Fga. Haydée B. L. Zamperlini | Fonoaudióloga

Como retirar a chupeta e a mamadeira?

Confira as dicas da fonoaudióloga Haydée Zamperlini.

Publicado em 24/08/2017

Fga. Haydée B. L. Zamperlini

Fga. Haydée B. L. Zamperlini - Fonoaudióloga

Colunista
compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus
Como retirar a chupeta e a mamadeira?

Evite ao máximo oferecer chupeta e mamadeira ou algum outro objeto, da mesma forma que pode ser tranquilo retirar pode também causar algumas dificuldades gerando transtornos para pais e filhos.

 

Segundo estudos, crianças que recebem aleitamento materno acabam tendo menos hábitos de sucção.

 

A chupeta acalma a criança e a mamadeira facilita  quando é preciso fazer uso do leite artificial. Temos muitas formas de acalmar nosso bebê e de alimentá-lo sem colocar hábitos. Se isso não for possível teremos que adquirir e incorporar algumas posturas.

 

Algumas dicas para retirar chupeta, mamadeira ou afins:

 

 - Não faça a retirada da chupeta principalmente em momentos de instabilidade emocional da criança ou da família, como, por exemplo,  chegada de um irmão, entrada na escola, mudança de casa, separação dos pais ou morte de alguma pessoa próxima;

 

- Quando iniciar a retirada é importante proporcionar situações lúdicas que distraia e não sinta necessidade deste apoio, indicando assim segurança e autonomia a criança;

 

- Até 2 anos é esperado que a criança não use mais chupeta ou mamadeira. O importante é perceber o grau de dependência que a criança tem com os objetos de sucção, como também "paninhos" e "dedos". É preciso conduzir a retirada com bom senso.

 

Fique atento!

 

- não chamar de "caca" (um objeto que  foi oferecido);

 

-  não armazenar várias chupetas ou ter coleção de mamadeiras;

 

- não criar ansiedade, ocasionando uma transferência para outro objeto;

 

- não propor trocas e recompensas, além de não entenderem, podem gerar confusão e voltarem atrás no trato (normalmente estes acordos são feitos com crianças de 4 a 5 anos).

 

A forma que, normalmente, a retirada acontece com sucesso é quando é feita de forma gradual, por isso, antes dos 24 meses, quando a criança está dormindo e largar a chupeta ou naninha, devemos tirar da sua visão e não oferecer mais. O importante é retirar o foco da criança para o objeto de sucção.

 

Comemore os avanços com elogios, incentive o seu desapego ao objeto e mostre algo mais interessante.

 

Quando o bebe é amamentado não há necessidade do uso da mamadeira, se por acaso já foi oferecida anteriormente retire aos poucos, primeiramente em um horário que a criança possa ter tempo para tomar com canudo ou copo, sem estresse, e assim vai passando para outros horários até chegar a da noite.

 

Posso afirmar que a missão é difícil principalmente se a criança for maiorzinha e o hábito já estiver instalado, seja persistente e argumente o porquê da retirada deste hábito que causa tantos problemas no desenvolvimento da musculatura da face e arcada dentária.

 

Boa sorte!

compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus

Sobre o colunista

Fga. Haydée B. L. Zamperlini

CRFa. 2 - 3468
 

Especialista em Audiologia pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia

Especialista em Motricidade Orofacial  pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia
Mestre em Distúrbios da Comunicação- Pontifícia Universidade  Católica de São Paulo  -  PUC-SP



Fonoaudióloga Clínica

Assessoria  Escolar